A adoração espontânea
 Anterior     Seguinte 
Colourful Butterfly

A adoração espontânea

A adoração nada pede e nada espera, para o adorador. Nós não adoramos o Pai por causa de alguma coisa que possamos extrair de tal veneração; prestamos tal devoção e nos dedicamos à adoração como uma reação natural e espontânea ao reconhecimento da personalidade incomparável do Pai; e por causa da Sua natureza plena de amor e dos Seus atributos adoráveis.

O Livro de Urântia, (5:3.3)
Terminar